Como o mobile redefiniu a jornada de compra do consumidor

Atualmente, quando as pessoas compram, os smartphones são grandes conselheiros e assistentes. Para os varejistas, isso significa ter ótimas oportunidades de estar presente e ser útil nos micro-momentos do consumidor.

Se dermos uma olhada no que era a experiência de compra há uma década, seria algo assim: quando em busca de ideias e inspirações, um consumidor iria pesquisar online, num catálogo ou nos corredores das lojas. Quando estivesse dentro de uma loja, o consumidor saberia mais sobre um produto, iria ao caixa ou comprar online em casa. A questão é que o comprador interagiu com canais independentemente. Mas a ascensão do mobile mudou isso.

A diferença hoje é que mesmo que este comportamento ainda aconteça, os consumidores são omnichannel: seis em cada 10 usuários da internet começam a comprar em um dispositivo, mas continuam ou terminam a compra em outro1 e 82% dos usuários de smartphone dizem que consultam seus telefones sobre compras que estão prestes a fazer em lojas físicas2. Eles buscam ideias, informações e tomam decisões, tudo a partir de seus smartphones a qualquer hora e em qualquer lugar.

Como o comportamento do consumidor no mobile está redefinindo as tendências do varejo

Considere isso: o tráfego em lojas de varejo caiu 57% nos últimos 5 anos3, mas o valor de cada visita quase triplicou.4

O que está acontecendo? O mobile está levando ao local.

As pessoas usam seus smartphones antes de se dirigir à loja — para ter idéias, pesquisar produtos, e só então procurar informações sobre o local. Não é à toa que as buscas por “perto de mim” dobraram no ano passado.5

Mas a pesquisa não é a única mudança que o mobile está trazendo para a experiência de compra. Consumidores compram online também. Uma pessoa hoje pode tomar uma decisão de compra sobre um tubo de protetor solar de R$15, uma câmera de R$300, ou uma bolsa de R$3.000 num celular enquanto vai para o trabalho, passeia com o cachorro, ou espera para buscar o filho na escola. O tempo de visite em sites para usuários mobile nos EUA cai 5% ano após ano6, no entanto a porcentagem de compras online no varejo ainda está crescendo. Trinta e quatro porcento das compras online no varejo agora acontecem em dispositivos mobile.7

A conclusão: neste cenário de crescimento de compras feitas em ambiente mobile, os varejistas vêem a oportunidade de estarem presente e serem úteis no que chamamos de micro-momentos — aqueles momentos em que as pessoas ligam seus smartphones ou outros dispositivos para saber, ir, fazer ou comprar alguma coisa.

E a sua empresa, como se comporta neste cenário? Ela está preparada para essa nova realidade no comportamento do consumidor? Seu site é visualizado corretamente em qualquer dispositivo mobile? Você pode estar ficado para trás nessa corrida pelos micro-momentos do seu cliente. Pense nisso!

E, já sabe: se precisar de uma ajudinha, fale com a gente!

Fonte: Google

1 Google/Ipsos Connect, GPS omnibus, U.S. online respondents 18+, n=2,013, Mar. 2016.
2 Google/Ipsos, Consumers in the Micro-Moment, U.S., n=5,398 based on internet users, Mar. 2015.
3 ShopperTrak 2015 holiday, U.S. retail sales.
4 MasterCard SpendingPulse 2010–2015, U.S. retail sales.
5 Google Trends, Search for “near me,” U.S., 2015 vs. 2014.
6 Google Data, aggregated, anonymized data from Google Analytics, U.S. only, Apr. 2016.
7 Google Analytics, retailer aggregated data, U.S., Mar. 2016.